Funcionário da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirirm desde 2009. Foi cedido para a prefeitura de Muqui-ES, Alessandro Mateus pediu exoneração em 2011, e mesmo assim continuou listado na folha de pagamento com valores exorbitantes. É assim que funciona o PT em Cachoeiro-ES, certo da impunidade.

Anúncios

AlÔ MP! Alô Justiça!É preciso o prefeito e assessores se entregarem na Delegacia?

Capa da Revista/FOLHA que circula amanhã (8)

Capa da Revista/FOLHA que circula amanhã (8)

13 Vereadores de Cachoeiro votaram contra a CPI

Fatos determinados foram apresentados para abrir investigação contra o prefeito de Cachoeiro, Carlos Casteglione (PT)

13 Vereadores de Cachoeiro votaram contra a CPI

Vereadores recusam clamor popular para investigar prefeito do PT

somente cinco parlamentares votaram com a vontade popular

Somente cinco vereadores votaram para abrir CPI

Prefeito pede licença e Secretária sai por três meses. Fogem?

Imagem

Cristiane Paris

O Diário Oficial causou estranheza no dia de hoje (08). Publicou a licença de 30 dias do prefeito Carlos Casteglione (PT) em momento crítico, de manifestações, e com a Câmara Municipal em pleno funcionamento.

Mais estranheza causou o pedido de licença de 3 meses da Secretária de Educação, Cristiane Paris, que vinha sendo acusada pelo MP, juntamente com o prefeito, de práticas contra a administração Pública. No lugar dela, assumirá a esposa do deputado Rodrigo Coelho (PT).

A boataria da semana passada previa este fato e mais: que o prefeito estaria com medo de ofensiva do Ministério Público e da Justiça em possível ação para afastá-lo, como ocorreu com o prefeito de Marataízes, Doutor Jander (PSDB), na semana passada.

Aguardar se tudo é casual ou se, no mínimo, ações de irresponsabilidades em se ausentarem justo no momento em que se exige a presença do comandante do Município.