7780770226_239167dcb0_b

Em apenas algumas horas após o crime, a equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Jaguaré prendeu um dos três suspeitos de ser o autor do latrocínio de Jordano Soprani Conceição, de 62 anos, gerente da fazenda São Carmo, na Zona Rural do município. Y.F.S., de 21 anos, que também era funcionário da fazenda, foi preso na tarde dessa terça-feira (06) enquanto trabalhava. A ação contou com o apoio da Polícia Militar.

O titular da DP, delegado Daniel Fortes, contou que o crime aconteceu por volta das 10 horas e a motivação seria por causa de R$ 4.600,00, referentes à venda da plantação de pimenta da fazenda. “Os três suspeitos entraram na fazenda e tentaram render o gerente, porém Jordano reagiu à abordagem e acabou sendo atingido por disparos de arma de fogo. Ele chegou a ser socorrido, mas faleceu”, informou.

Daniel Fortes disse também que Y.F.S. foi localizado após um dos envolvidos perder o aparelho celular no local do crime. “Na fuga, um dos suspeitos deixou o aparelho para trás e, a partir disso, conseguimos chegar até o suspeito. Durante as investigações, descobrimos que a função dele era informar para os outros o momento em que o dinheiro da venda de pimenta chegasse na fazenda”, explicou.

Ainda segundo o delegado, um adolescente de 17 anos também foi identificado como um dos envolvidos no latrocínio. “O terceiro participante ainda não foi identificado. As investigações continuam até que todos os envolvidos no crime possam ser localizados e presos”, concluiu o delegado.

Y.F.S. confessou o crime e foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus.

Anúncios