maxresdefault (1)
Nota Oficial do DER-ES refuta negligência sobre fiscalização de transporte clandestino

Como de habitual, o diretor do DER-ES, Enio Bergoli, responde com celeridade aos questionamentos sobre o setor. Em menos de 1 hora, o Departamento Estadual de Rodagem emitiu nota esclarecendo sobre a atuação dos fiscais quanto ao transporte clandestino de passageiros no sul do ES, refutando quaisquer negligências em relação ao papel do órgão neste sentido.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Com relação à reportagem “DER FAZ VISTA GROSSA NO ES PARA TRANSPORTE CLANDESTINO DE PASSAGEIROS”, publicada nesta quarta-feira (10) no Portal Folha do ES, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES) informa que as equipes de fiscais estão presentes em todo o Estado para inibirem e autuarem motoristas que praticam o transporte clandestino, entre outras irregularidades.

Nos dois últimos meses de 2017, na Região Sul, foram realizadas 32 operações, que resultaram em nove autuações. As operações do DER só podem ser realizadas em rodovias estaduais, não cabendo ao Departamento a fiscalização em vias municipais, como no caso das proximidades da Rodoviária de Cachoeiro, citada na reportagem.

Entre os veículos, o DER só tem poder para fiscalizar aqueles a partir de 9 lugares. Veículos de passeio de até 8 lugares não podem ser fiscalizados pelo DER. O FIAT DOBLÓ que aparece na foto e nos vídeos da reportagem é caracterizado como de passeio. Portanto, não era de competência do DER abordá-lo.

Uma dificuldade para se flagrar o transporte clandestino em vias estaduais também se deve ao fato de, quando há uma operação em andamento, os motoristas notam a presença das equipes e avisam a outros condutores da presença da fiscalização na área, dificultando a ação dos fiscais.

Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES)

Anúncios