aprendiz_vereador
Tunicão, Secretário do Meio Ambiente de Marataízes, comete crime ambiental na cidade de Itapemirim, vizinha, numa lagoa de preservação natural, com obra de sua propriedade

O secretário do Meio Ambiente de Marataízes, ex-vereador Tunicão, cai em desgraça ao cometer crime ambiental na cidade vizinha, Itapemirim, no litoral do sul do Espírito Santo. Ele está construindo obra de sua propriedade às margens da Lagoa Guanandy, patrimônio turístico e de preservação da região de veraneio.

A matéria, publicada na FOLHA DO ES, ontem, dia 5, causou revolta na população das três cidades daquela linha praiana: Marataízes, Itapemirim e Presidente Kennedy. O prefeito, até o momento, Tininho (PRP), não se manifestou sobre o assunto, enquanto o Secretário do meio ambiente de Itapemirim, Tiago Leal, emitiu dura nota de repúdio.

Na nota do seu colega da mesma área ambiental, o secretário de Itapemirim deixou claro que ninguém está acima da lei e que haverá punição pelos meios legais para coibir a irregularidade da construção. Existe suspeita de que o material utilizado pode ter origem também criminosa, de lastro do poder público.

Nessa confusão toda, Tunicão não colocou só em cheque sua idoneidade, além de ferir o Código Ambiental, mas macula a linhagem do seu saudoso pai, o Mestre Fulica, personagem folclórico de Cachoeiro de Itapemirim, artista da argila, honrado e reverenciado enquanto viveu, aplaudido por onde passava com sua velha Kombi branca.

Entenda o caso por meio deste link da folhadoes.com: http://bit.ly/2CNkCHi

 

Anúncios