itap-1200x545_c
Funcionários estão prontos para a greve em caso de atrasos de salários

Os representantes das Viações Itapemirim e Caiçara, em recuperação judicial, tomaram ciência pela mediação da Superintendente  Regional do Trabalho de Minas Gerais dos direitos dos funcionários das empresas que vinham sendo descumpridos, com ameças de greves.

Com esse documento oficial, do Ministério do Trabalho, a indiferença dos novos donos em descumprí-los implicará em sanções e dando direito aos servidores de pararem suas atividades, como acontecerem em algumas cidades aonde a Viação Itapemirim possui garagem.

Por último, a Justiça de Goiás determinou o afastamento de Camila de Souza Valdívia, Sidnei Piva de Jesus e Milton Rodrigues Júnior das empresas do grupo TTT, donas das companhias de transporte rodoviário Transbrasiliana e Rápido Marajó. Os dois primeiros são os sócios da Viação Itapemirim.

Leia o acordo abaixo:

852d900c-6239-4901-bef0-481a6aba4d15-vert

Anúncios