Anthony Garotinho e Rosinha Foto: Divulgação

Os ex-governadores do Estado do Rio de Janeiro, Anthony e Rosinha Garotinho, foram presos na manhã desta quarta-feira (22) pela Polícia Federal.

Rosinha e Garotinho são acusados, com mais seis pessoas, de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários para financiar as próprias campanhas eleitorais e a de aliados. O método incluía extorsão.

Além disso, também são acusados de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e crime eleitoral (por terem omitido doações nas prestações de contas). Também há mandado de prisão contra o ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues, presidente nacional do PR. A investigação aponta que ele teria intermediado o repasse ilícito à campanha de Garotinho em 2014.

Com a prisão do ministro, ligado ao PR, havendo desdobramento, pode-se chegar ao senador Magno Malta, do mesmo partido, que sempre teve influência no Ministério, através do DENIT no Espírito Santo e Bahia.

Anúncios