A hipocrisia deve ser aceita como regra


*Jackson Rangel Vieira

Não importa nenhum pensamento intelectual ou de caráter filosófico sobre os pilares da sociedade, exaltando a moralidade ou conjunto de éticas como regra. As leis e todo tecido social não são firmamentos para formação do ser humano, motivo pelo qual ele é completamente defeituoso em todo o tempo.

A hipocrisia, arte de mentir, falsear e dissimular, é regra no espaço e no tempo. Então, o “mal” é o “bem”, pois a minoria com seus conceitos que chamam de nobres, não pode sobrepor até o que esta parcela pratica consciente e inconscientemente quando mentem, omitem e deturpam a realidade em proveito próprio ainda que seja em prejuízo de outros.

O raciocínio é tão simplista que não carece de estudos sociológicos ou científicos para inserir a hipocrisia como elemento básico e instintivo para a sobrevivência da humanidade. Deveria constar em todos currículos escolares, independentes das nações e seus 7 bilhões de habitantes na vastidão terrestre.

Se a verdade não pode ser pura, nem gritada desde os primórdios dos tempos quando o homem saiu da caverna de Platão lá do Éden, a hipocrisia deveria ser reverenciada como necessidade no agrupamento dos melhores valores indutivos e condutores à felicidade. Trata-se de uma escola conservadora intransponível.

Quem nega que é hipócrita já hipocratiza. É melhor aceitar do que negar a natureza. O resto é puritanismo utópico.

*Jackson Rangel Vieira é jornalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s