Pedro Paulo Biccas, o jovem sonhador de lutas honradas

Posted on 04/05/2016

0



 

944861_1752935568258773_7260784455701218882_n

O líder político jovem e coordenador de Comunicação de Presidente Kennedy-ES, Pedro Paulo Biccas, de família tradicional em Cachoeiro de Itapemirim-ES, merece estas considerações deste modesto escriba, por ser promissor guerreiro de lutas honradas em um sistema falido.

Sua passagem pela Editora LEIA foi surpreendente pela sua capacidade cultural, de inteligência singular, com sensibilidade de sonhador por um mundo melhor, poético, de igualdade, quase utópico. Hoje, é oprimido entre o condicionamento behaviorista imoral e a vontade libertária.

Acompanho sua trajetória. Gosta de trabalhar, a labuta que dignifica o homem. Na contramão de muitos pelegos no mercado político que vivem de adular, lobistas e sem nenhum legado a deixar. Fazer a diferenciação, o cotejo, faz-se necessário para o leitor conseguir enxergar este jovem de forma holística.

Por ser emocional, humano, lideranças caudilhas produzem decepções ao presságio do saudoso Ruy Barbosa na célebre frase de que um dia as pessoas teriam vergonha de ser honestas. Pedro Paulo, casado, é pai exemplar de bebê recém-nascido, mostrando uma outra face de responsabilidade ímpar.

Sua postura na cidade emblemática de Presidente Kennedy-ES tem sido límpida, de preocupação constante com transparência. Se o governo o perder por ultrapassar a boa política e permanecer feudal na ação entre amigos, com certeza, pelo que conheço, ele não abdicará de suas esperanças.

Este jornalista tem senso crítico apurado. Seja em qualquer termo, independentemente de qualquer aplauso a este jovem conhecido pelo seu coração alado e inteligência, já mencionada como diferenciada, será solidário, lá, aqui e acolá. Dirá eu: “algo errado como antes no reino de Abrantes”.

O leitor, ou possíveis desafetos dele, pode até pensar que texto exaltador é encomendado. Mas, para quem conhece este cronista do realismo, sabe muito bem que defendo minhas ideias e convicções – sei revisá-las pois não tenho compromisso com erro -, sou capaz de entrar numa guerra sem ser convocado para resgatar o “Soldado Ryan”.

Dom quixote não estava errado em lutar contra os Moinhos de Vento. O mundo real é quem não estava preparado para aceitar um sonhador.

Continue sendo você, Pedro Paulo Biccas. Terá sempre minha admiração!

 

 

 

Anúncios