Prefeita jovem no ES realiza gestão moderna e anti-corrupção


Prefeita Amanda Quinta recuperou a credibilidade de Kennedy-ES

Prefeita Amanda Quinta recuperou a credibilidade de Kennedy-ES

Ela tem apenas 26 anos, uma das prefeitas mais jovens do Brasil. Amanda Rangel Quinta não vem se destacando pela jovialidade. Sua projeção vem da gestão popular compartilhada em Presidente Kennedy-ES com blindagem anti-corrupção.

Com ela, o Município do litoral sul do Espírito Santo, saiu do atoleiro das práticas mais nefastas praticadas por políticos velhacos, daquela formação da honestidade dissimulada, confiantes na impunidade. Até que Kennedy recebeu o pior índice de confiabilidade em administração pública do País.

Foram precisos dois anos para reconquistar a credibilidade e recuperar o crédito no Ministério Público, no TCU, no TCES, na TJES e até na Polícia Federal. Amanda, bem assessorada, com técnicos sem vícios e com apoio da população, a autoestima do cidadão kennedense recebeu um upgrade.

O fisiologismo praticado antes de forma ilegal, com fraudes e locupletação por parte dos antecessores, foi transformado em programas sociais legitimados com ajuda dos órgãos fiscalizadores.

O tio, ex-prefeito, Reginaldo Quintas, e seu grupo, esconde dos eleitores sua condição precária perante à Justiça diante de demandas processuais que pode remetê-lo a punições mais graves, além da prisão sofrida com seus asseclas. Em síntese, está inelegível. Tem de devolver milhões e milhões ao erário.

Amanda sofre diariamente ataques de adversários políticos e inimigos declarados, justamente, por implanta a boa política e um sistema de gestão irreversível impeditivo de produção de escândalos como os que envergonharam o Município me todas as esferas republicanas.

Os métodos utilizados para atacar a prefeita que, segundo pesquisa de consumo dos próprios adversários supera todas as expectativas, são vomitáveis.

Produzem panfletagem apócrifas – o autor dessa análise foi vítima dessa artimanha – e utilizam fakes (usuários falsos) nas redes sociais para atacar sua vida pessoal por falta de críticas fundamentadas sobre o ineditismo de administração referencial.

A futilidade das críticas se resume no seu companheiro, técnico em administração pública – , José Augusto, para criar desestabilização emocional familiar, esquerdecendo-se de que a sociedade se importa tão somente com o canteiro de obras já expansivo.

A considerar as críticas sobre relacionamentos familiares de políticos assemelhados com sucesso, não se pode se esquecer do casal deputado estadual Theodorico Ferraço e a prefeita de Itapemirim, Norma Ayub; Ex-prefeito José Tasso e a advogada Márcia Brezinsk; senador Magno Malta e a ex-deputada Lauriete; o senador Ricardo Ferraço e a a arquiteta Viviam Coser; e muitos outros cujas vidas particulares foram separadas dos sucessos políticos.

Amanta Quinta e José Augusto, que estão sob o manto dessa maldade passional de inimigos frustrados, promovem uma revolução de governança no Município que merece as pazes com a honestidade do seu povo humilde e trabalhador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s