Evangélicos assistem 50 tons de cinza, cristãos, não!

Posted on 15/02/2015

0



Cena do filme 50 Tons de Cinza

Cena do filme 50 Tons de Cinza

Por Jackson Rangel

Nem pensam em alienação e fundamentalismo por tratar do assunto a seguir, como será tratado. Sei entrar e sei sair sobre qualquer discussão, sem vender minhas convicções.

Harry Potter, Crepúsculo, 50 Tons de Cinza, Malévola e outros livros/filmes que são sucessos pelo mundo, enricando seus autores e atores, são concebidos para infectar a mente seduzida, com processo, dependendo do estágio, irreversível, transformando seus telespectadores numa legião de idólatras.

Evangélicos “gospemaníacos” e religiosos falsos piedosos estão infiltrados nas Igrejas e crucificando Jesus Cristo todos os dias. São pactuados com esse mundo místico, habitado por demônios famintos de almas. Cristãos com frutos da conversão repudiam, combatem em oração e orientam os incautos a não serem capturados pelos vírus hollywoodianos.

Para não construir texto enfadonho, pois este tema já é bastante debatido, emito opinião com base na minha intimidade com Deus: Quem entra nesse labirinto, seja por livros, pela televisão, pelo cinema, pelas redes sociais, são consumidores de pecados e transmissores, marcados para entrar pelo portal do caminho largo do inferno.

São adoradores de demônios que se apresentam em forma humana, anjos de luz, lindos e sedutores, sanguessugas de almas. Não há como estes, que trocam sua liberdade pela libertinagem, entrarem na porta estreita do Reino do Céus.

Estou fazendo a minha parte ao jeito mais ameno do que Jesus, João Batista, os apóstolos e os profetas tratariam se estivessem em nossa época.

Anúncios