Enquanto o Norte do Espírito Santo vem se desenvolvendo a galope por meio de ações políticas, sendo uma das regiões mais ricas do Estado, o Sul há décadas está sem representação, decaindo no progresso e no desenvolvimento em poço sem fundo, sacrificando a sua gente.

A desigualdade, o desequilíbrio econômico e de qualidade de vida entre uma região e outra é gritante. Eu sou candidato motivado por essa necessidade: ser a voz dos sulinos no Congresso Nacional com coragem para mudar essa realidade. Quase todas as atividades humanas estão com déficit incalculável.

Por que as indústrias, fábricas e grandes empresas de serviços se instalam no norte? Porque a região, diferente da região sul, teve e tem representação política que levaram mecanismos de incentivos, como a Sudene, além de ligação direta com o Governo Federal. Tenho coragem de propor um Espirito Santo com igualdade econômica, cultural e social. Esta é a minha bandeira.

Quero ser você na Câmara Federal, sem medo do enfrentamento nesse debate. O Sul do Estado não pode permanecer o “patinho feio”, às margens das demais regiões. Tenho condições e capacidade para GRITAR em favor do sul do ES, rico a partir de seu povo.

Serei representante de todos os capixabas, mas principalmente a voz do Sul do Estado. Só preciso de uma oportunidade. Deus, você e eu somos a maioria.

Anúncios