O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) é o mais preparado político para ser o governador de todos os capixabas já nas próximas eleições. Moderno, preparado, pragmático e o único conhecedor do poder da era digital para reformatar o novo sistema republicano do Estado para atender a demanda da geração desta nova era. Os demais estão atrasados.

Em evento da Fundação Ulisses Guimarães, promovido pelo PMDB na Câmara de Vereadores em Cachoeiro-ES, o palestrante principal Paulo Hartung (PMDB) foi ovacionado como futuro governador do Estado, com apoio dos petistas presentes dividindo espaço com os peemedebistas, está cumprindo tarefa. E qual tarefa? Ser o candidato de Lula e Dilma no ES.

Não vou me alongar. O conferencista peemedebista ofereceu aos ouvintes mais atentos um conteúdo óbvio e sofrível. Está atrasado no contexto da revolução tecnológica exercida pela geração da nova era. Não vou nem mencionar o atual governador, mais atrasado ainda. Por isso, não temo em expressar minha preferência pelo senador Ricardo. Ele está à frente dos mencionados. Tem uma visão moderno do Estado. Além do mais, é de Cachoeiro de Itapemirim.

Há um erro crasso da geopolítica em preterir pela, segunda vez, o senador Ricardo Ferraço, que está preparadíssimo para ser gestor executivo com alto grau de resolutividade, principalmente, para debelar os nós nórdicos dados aos setores da Saúde e da Segurança. Não sei de sua posição sobre esse cursor político do momento.

Hoje, se fosse a eleição e ele candidato, o meu voto estaria comprometido com a sua proposição pragmática e programática.


 

Anúncios