“A humanidade está doente”, destaca o presidente do TJ-ES


Para o desembargador Pedro Valls Feu Rosa, somente a união entre os Poderes pode levar à solução do adoecimento da população brasileira.

Talvez a saúde esteja doente porque a humanidade está doente”, refletiu o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Pedro Valls Feu Rosa, durante o discurso de apresentação do Comitê Gestor Estadual da Saúde, realizado nesta segunda-feira (02).

O chefe do judiciário ainda apontou que no Brasil, todos os meses, morrem em média 600 crianças de doenças causadas pela falta de esgotamento sanitário, mas que não há nenhuma mobilização por parte das autoridades. “Não tocamos no assunto, nada é feito. O que acontece com as mazelas, longe dos olhos da sociedade, é ignorado”, afirmou.

Como solução, o presidente ponderou ser necessária a união entre os Poderes, que exige uma derrubada nas barreiras, inclusive no costume de tomar para sí os problemas coletivos. “Temos que mudar a mentalidade de achar que a vara é minha, o processo é meu, o preso é meu. Quando conseguirmos mudar mentalidades como essas, poderemos construir uma sociedade melhor”, finalizou Pedro Valls Feu Rosa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s