O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim-ES, Carlos Casteglione (PT), foi reprovado em todos os quesitos da pesquisa Futura, publicada hoje no jornal A Gazeta. Ele tem 29,7% de aprovação, entre bom e ótimo, contra 29,7%, em empate mais do que técnico. A margem de erro é ampla, de 4,9%, com apenas 400 entrevistados.
O pior está no discernimento dos abortados pela pesquisa que produzem este sentimento: “A população avaliou ainda os atributos pessoais de Casteglione. Para 51,5%, ele não está presente no dia a dia da cidade e é despreocupado com o povo (47,5%).”
Seu secretariado é desaprovado por 39,8%, contra 31,5% que avaliam que ele tem uma boa equipe. Para 39%, o petista não é um bom administrador. Já 48,2% avaliam que o prefeito não cumpre o que promete.”
A pesquisa não é eleitoral, porque se fosse, a realidade seria, ainda, pior. A melhora ponderada pela matéria de A Gazeta é baseada nas performances péssimas do prefeito e da prefeitura, considerando que avançou em cerca de 10% a 8 meses das eleições.
Em síntese, sem prolixidade de números, o prefeito saiu do péssimo para . muito ruim. Cachoeiro de Itapemirim continua refém de uma gestão de avanço lerdo e ineficaz.
Anúncios