A paixão me fez sofrer porque recusei o sexo


A vida continuava. A pré-juventude me conduzia a experiências sem definição pelo meu conhecimento. Ouvir música, andar a esmo, escrever poesia, solitariamente, eram, entre outras atitudes estranhas ao conceito da época. Orgulhava-me como era: Não queria ser diferente!

Do primeiro beijo furtivo na escola, um selinho nos dias de hoje, foi algo fascinante. Nunca tive beleza que pudesse fascinar. Eu sempre achei que o pouco atrativo das garotas por mim se devia ao meu tipo introspectivo. Somente uma paixão me arrebatou no ginásio. Exceto as platônicas.

Era virgem já depois dos 18 anos. Aquela fixação foi humilhante! As moças sempre foram mais maduras sobre intimidades do que os garotos. Eu não fugia à regra. Ela deseja de mim o que todo homem e mulher desejam: sexo. Eu me recusava abusar da “paixão da minha vida”, mas a recíproca não era verdadeira.

Foi uma fase difícil, coração sofrido. Ingênuo, pensava em enlace eterno, mas tudo se perdeu quando ela espalhou meus segredos existencialistas, em tom jocoso para colegas em comum. Chegara a dizer que eu precisava de  psiquiátrica, por não avançar o sinal do meu corpo travado pela minha mente. Eu não entendia aquelas conceituações. Só queria a pureza como triunfo do amor sobre a sexualidade.

Ao fim dessa história, a paixão dissipara e se transformara em ódio. Minhas poesias eram amargas, autobiográficas sobre incompreensões da alma. Eu tinha muito amor dentro do meu mundo interior. Sobrevivi! Perdi a paixão e me curei, seguindo em frente e revendo conceitos, o que faço até hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s