Cientistas norte-americanos, no passo mais próximo da criação da vida artificial, anunciaram que conseguiram criar a primeira célula viva controlada por DNA montado a partir de informações digitalizadas em computador.

               Os estudos foram realizados durante 15 anos sob a liderança do pesquisador Craig Venter, que comparou os resultados com a computação. De acordo com ele, o que sua equipe fez foi trocar o “software” de uma bactéria, colocando o genoma sintético no lugar da estrutura celular. Seu grande feito teria sido religar a célula, transformando-a em uma nova espécie em laboratório.

               A pesquisa tem como expectativa que os micróbios possam ser utilizados na produção de vacinas, combustíveis e na limpeza do meio ambiente.

Anúncios