Vereadora do “rachid” afastada, vereadora cassada!


O juiz Robson Louzada tem se tornado o maior “cassador” de político do Espírito Santo. Antes da Câmara de Cachoeiro de Itapemirim concluir o processo de investigação da vereadora petista Arlete Brito, acusada de extorquir uma assessora em tíquete alimentação, o magistrado sentenciou o afastamento da parlamentar.

Arlete Brito virou notícia nacional depois da Folha do ES posta áudio dela com quebra de decora parlamentar, exigindo o vale refeição da assessora e dizendo “política assim mesmo”, além de declarar que seus colegas têm a mesma prática. No áudio, ela se dizia cansada de ajudar as pessoas e levar naquele lugar. A sua conduta estarreceu.

(http://www.youtube.com/watch?v=SEFRSXKmfDI)

Ela foi denunciada pela FOLHA enquanto secretária de Habitação e Trabalho. O prefeito Carlos Casteglione (PT), que também é acusado de comprar votos nas eleições, demitiu a colega para não ser atingido em cheio com o seu processo inevitável de cassação na Câmara de Vereadores. O Chefe do Executivo também será investigado em breve.

O Juiz Robson Louzada afastou a vereadora, atendendo ação do Ministério Público, com objetivo de proteger o processo investigatório em curso, pois a parlamentar, com plenos poderes, poderia utilizar de intimidação junto aos colegas e até mesmo de influência no Poder Executivo para manipular votos na Câmara de Vereadores. É um pressuposto.

Tem-se certeza. A decisão do juiz atendeu clamor social. E a celeridade na sentença inverte o adágio popular: A Justiça não tarda para não falhar. Ainda há esperança em meio ao descrédito das instituições representantes da sociedade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s