“Masturbador oficial” de prefeito corrupto

Ao acaso descobrir o “masturbador oficial” do prefeito afastado de Itapemirim, Luciano de Paiva (PROS). O nome do “punheteiro” para vergonha de sua família, responde pelo nome Marcelo Lorenconi Lorencon na rede social.

Não o conheço, não quero conhecer – senão por retratação – em juízo . Além disso ,não me importa sobre sua condição de serviçal do maior bandido, segundo o Tribunal de Justiça, do Município de Itapemirim.

Se não retirar duas postagens citando meu nome, seu cafetão será conhecido com mais detalhes os crimes descritos pela Justiça à minha interpretação como jornalista e advogado. Eu paro por aqui! Se lhe faz bem, recomece o “serviço masturbatório”.

Sobre o texto, de minha autoria, biográfico me denominando como o jornalista mais processado do ES, sabe o por quê? Porque a vida inteira combati vagabundos como você e corruptos silimares a quem defende. Seu merda!

20664398_508596882811669_701121485522388155_n

Marcelo Lorenconi Lorencon, masturbador oficial do prefeito afastado

Anúncios

Advogada representa “crime organizado” em Itapemirim-ES

A advogada Larissa Meleip está se consagrando como useira e vezeira em defender o crime organizada na política de Itapemirim-ES, personificado no prefeito afastado Luciano de Paiva (PROS).

Suas ações jurídicas contém resíduos politiqueiros para defender a bandidagem, atacando o prefeito em exercício, Thiago Peçanha (PSDB), a quem não pode chamar de corrupto.

Larissa Meleip é a típica viúva da política vencida, estragada, mas que reluta em aceitar a realidade de novos tempos, em que se repudia todo tipo de depravação política. Por último, ontem, 18, pede afastamento do prefeito em exercício sem fato determinado.

Tenta insistentemente, via Câmara de Vereadores, representar com o prefeito Thiago Peçanha, deste vez, na segunda, acusando procuradores da Prefeitura de Itapemirim, seu colegas, em coletividade, de pratica “chicana jurídica”. Que é isso! Feio!

A acusação estapafúrdia é de que os procuradores estariam prejudicando sua defesa em direito do seu patrono Luciano de Paiva que segue em condenações múltiplas na Justiça.

Como não consegue desconstruir a honestidade do prefeito em exercício, jovem médico de 38 anos, busca a invencionice para ver se ao menos os vereadores sucumbem ao bizarro.

Sem paciência para esperar o final jurídico infeliz do seu cliente, Luciano de Paiva, cria a tese do caos. Já que não se pode chamar Thiago Peçanha de corrupto, outro pretexto deve existir.

Porém, entretanto, por fim….não existe nem semântica para o caminho da advogada, muito menos exegese e hermenêutica para transformar o fato em eufemismo de um crime sem corpo e sem arma.

A causídica como profissional do direito está cumprindo seu desiderato em provar o contraditório e como correligionária  vai continuar utilizando o véu negro e chorar sobre o caixão do seu defunto político.

*A expressão “crime organizado” é utilizada nas peças condenatórias e em curso no julgamento do prefeito afastado em segunda e terceira instância.

 

014e6ed9-7858-43f1-824c-fad2e9101ea4

Prefeito afastado Luciano de Paiva e sua defensora Larissa Meleip

 

De jornalista para jornalista: Rogério Medeiros está ficando senil

Se eu continuar lendo os artigos do jornalista Rogério Medeiros no seu jornal online Século Diário, vou emburrecer. O último dá sinais de que está ficando senil. Retira o ex-governador Renato Casagrande (PSB) como adversário direto do governador Paulo Hartung (PMDB) na corrida ao Palácio Anchieta e insere a senadora Rose de Freitas (PMDB) como adversária principal, numa análise dolosa em favor do do atual mandatário.

Suas análises têm sido estapafúrdias há tempos. Nas últimas eleições majoritárias seu hábito é errar os resultados. Recompondo a verdade – ainda que esteja desinformado – , existe acordo entre Casagrande e Rose de Freitas de um abrir mão para o outro em caso de pesquisa, ano que vem, véspera das convenções, apontar o melhor posicionado. Não é da peemedebista que PH tem medo linear e sim do seu antecessor, que na planície, hoje, está em situação privilegiada.

Por motivos desconhecidos, as análises do jornalista – que um dia foi respeitado sob questionamento de outro saudoso contemporâneo Luiz Rogério Fabrino, nome de comenda em Cachoeiro de Itapemirim-ES – produz a teoria do caos em favor de uma ordem sem-vergonha.

Rogério Medeiros, quando secretario da Fazenda de Victor Buaiz e professava na cartilha do Partido dos Trabalhadores, avaliza este desvio de comportamento como escriba opinativo como autor da sanha, no passado, da compra dos convencionais do PSDB sob comando de Jorge Anders, então prefeito de Vila Velha, em favor de José Ignácio com PH. Ele muda rápido de posição. Nem sei se é de esquerda mais. Do PT que não é!

Colocar o deputado Majeski (PSDB) como uma terceira via é até aceitável. O parlamentar é uma agradável surpresa no meio político capixaba. Agora, guindar a senador delatada mais recente pelo doleiro Lúcio Funaro em caixa 2 de R$ 90 milhões para as eleições de 2014 é brincadeira de mau gosto. E o artigo tem objetivo, desdenhar do ex-governador.

Eu prefiro acreditar no processo de decrepidez do jornalista de cabelas alvos como a neve, do que crer na sua racionalidade propondo um tipo de transtorno de conduta incurável. Se existisse alguma bolsa de apostas, Casagrande está mais perto do favoritismo, contrariando as incessantes contra-informações lançadas dos porões do Palácio Anchieta pelo seus asseclas.

rmedeiros

Rogério Medeiros tem assinado artigos desarranjados sobre política do ES

PH é o maior mentiroso que já conheci como jornalista

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), é o político mais mentiroso e criador de factoide que já conheci em toda minha carreira de jornalista. O engodo é criado num tipo de serviço de inteligência em busca de se perpetuar no poder.

A última da sua farsa diz respeito de convite para disputar as eleições pelo Rio de Janeiro. A penúltima falácia é de que está estudando a proposta do histriônico  ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, na chapa como candidato a vice-presidente.

Em filiações partidárias pode ser considerado uma prostituta que finge orgasmo para impressionar o companheiro, mas nunca teve posicionamento de fidelidade. Traiu todos os candidatos a presidente da República, camaleonicamente. O PSDB o conhece bem, menos o garoto Rodrigo Maia do DEM, ainda.

Fora essas extravagâncias patrocinadas em  meios de comunicação venais  para amplificar seu passe de fora para dentro, a sua ação fraudulenta tem objetivo de conseguir se viabilizar para 2018 em desespero sem limites. Seu sonho maior sempre foi ser Ministro de Estado. Nunca foi convidado.

O economista joga, especulativamente, para impressionar a classe política local mais acometida pela imbecilidade. Potencializa a mentira para ver se engana o máximo de incautos.

O caso de PH é grave e cônico, de alguém chafurdado na lama com certidão negativa forjada na intimidação e influência nas instituições jurídicas e suas ligações perigosas plantadas em pirâmide.

Quanto mais se aproxima o fim do seu império e côrte, mais desatino comete  como um gângster, o maior do Espírito Santo.

Governador-do-es

PH dissimula, mente, e cria factoides na tentativa de sobreviver em 2018

Prefeito de Cachoeiro-ES baixa decretos para auditar contratos e tarifas de concessionárias

Em meio a turbulência de duvidas levantadas pela sociedade e redes sociais e na semana do lançamento do Portal de Transparência, o prefeito de Cachoeiro de Itapemirim-ES, Victor Coelho (PSB), de forma destemida, baixou dois decretos  para auditar e avaliar as as tarifas do trasporte coletivo e de saneamento de água e esgoto.

Os decretos que criam comissões de técnicos para o trabalho afetam diretamente os contratos da BRK, desde 1998, – muita questionados na sua legalidade – e o contrato da Viação Flecha Branca, a maior detentora do transporte coletivo urbano. Com a iniciativa, o prefeito dá uma resposta imediata à população de Cachoeiro-ES.

Confira os decretos:

1 – Confira os decretos e o diário oficial em PDF :

decretos saneamento e transporte coletivo

Diário com publicações dos decretos